Connect with us

Hi, what are you looking for?

Geografia

República de Angola: governo, história e economia

Cidade Alta, em Luanda, Angola; no meio, a bandeira da República de Angola.
A Cidade Alta, região que aparece na foto, é um dos locais mais importantes do país, sendo sede de diversos poderes; tais como Justiça, Executivo e Legislativo. Foto: Reprodução/Internet/Flick/David Stanley
Dados Gerais da República de Angola
Nome oficial: República de Angola
Localização: Sudoeste da África
Capital: Luanda
Cidades mais populosas: Luanda, Huambo e Lobito
Moeda: kwanza
Língua oficial: Língua Português e outras
Fronteiras: Norte: Congo e República Democrática do Congo; a leste: República Democrática do Congo e Zâmbia; a sul: República da Namíbia; Oeste: Oceano Atlântico
Área: 1.246.700 km2
População: 31.127.674 habitantes (projeção do INE para 2020); 25.392.791 habitantes (recenseamento geral da população em 2014)

Angola, país localizada no Sudoeste Africano, continua se reconstruindo após uma guerra civil que durou quase 30 anos e chegou ao fim apenas em 2002, quando havia matado mais de 1,5 milhões de pessoas.

O país possui uma extensão total de 1.246.700 km2 de área, a sua fronteira terrestre tem 4.837 km2.

População

Segundo dados oficiais do Instituto Nacional de Estatísticas (INE), Angola tinha 25.392.791 habitantes em 2014, que é quando realizou-se o mais recente recenseamento geral da população e da habitação de no país. Cerca de 27,3% dos habitantes de Angola residem na capital, Luanda, totalizando 8.523.574 habitantes.

A população de Angola ultrapassa os 30 milhões de habitantes em 2020, segundo projeções do Instituto Nacional de Estatísticas (INE). Rua 15, Martires do Kifangondo
A população de Angola ultrapassa os 30 milhões de habitantes em 2020, segundo projeções do Instituto Nacional de Estatísticas (INE). Foto: Reprodução/Internet

O mesmo órgão estima que 31.127.674 pessoas habitam o país em 2020, residindo em 18 (dezoito) províncias, equivalente no Brasil aos estados; as quais são:

ProvínciaPopulaçãoCapital 
Bengo
Benguela
Bié
Cabinda
Kuando-Kubango
Kwanza-Norte
Kwanza-Sul
Cunene

Huambo
Huíla
Luanda
Lunda-Norte
Lunda-Sul
Malanje
Moxico
Namibe
Uíge
Zaire
462.598 (projeção para 2020)
2.611.074 (projeção para 2020)
1.765.495 (projeção para 2020)
847.377 (projeção para 2020)
638.615 (projeção para 2020)
524.569 (projeção para 2020)
2.236.581 (projeção para 2020)
1.194.495 (projeção para 2020)
2.471.780 (projeção para 2020)
2.997.267 (projeção para 2020)
8.523.574 (projeção para 2020)
1.030.631 (projeção para 2020)
649.133 (projeção para 2020)
1.175.886 (projeção para 2020)
907.681 (projeção para 2020)
608.649 (projeção para 2020)
1.761.367 (projeção para 2020)
720.902 (projeção para 2020)
Caxito
Benguela
Kuito
Cabinda
Menongue
N’dalatando
Sumbe
Ondjiva
Huambo
Lubango
Luanda
Dundo
Saurimo
Malanje
Luena
Namibe
Uíge
M’BanzaCongo
Total:31.127.674 habitantes

As províncias de Luanda, Huíla, Benguela, Huambo, Cuanza Sul, Uíge e Bié representam as regiões mais populosas do país, com cada uma delas ultrapassando um milhão de habitantes.

O Português e outras várias línguas nacionais são consideradas as línguas oficiais dos angolanos As línguas nacionais mais faladas são: Kikongo, Kimbundo, Tchokwe, Umbundo, Mbunda, Kwanyama, Nhaneca, Fiote, Nganguela, etc.

Os habitantes deste país africano têm o português, o bantu e outras línguas africanas como oficiais.

Religião

Ainda de acordo com dados do recenseamento realizado em 2014, as principais religiões dos angolanos eram: católica (41%), protestante (38%), os que não tinha religião declarada eram 12,3% e os restantes 8,6%, professavam outras religiões; incluindo animista, islâmica, judaica e outras tradicionais de angola.

Por volta de 1800, após a decadência do comércio de escravos, os colonos portugueses passaram a plantar milho, cana-de-açúcar e tabaco em Angola, por isso, até hoje há bastante influência portuguesa neste país africano. A maioria dos angolanos vive em áreas urbanas.

Economia e meio ambiente

A agricultura é a fonte de recursos para a maioria dos angolanos, embora a mineração e a manufatura tenham se tornado importantes nos últimos anos.

Um dos fatos que mais contribuiu para a recuperação do país pós-guerra foi quando a China liberou ao governo deste país uma linha de crédito de US$7 bilhões para a reconstrução da infra-estrutura pública angolana, que ficou bastante prejudicada durante a guerra civil.

Em 2017, segundo o Ficheiro de Unidade Empresarial (FUE), haviam 47.890 empresas estabelecidas oficialmente em Angola; sendo 24.665 constituídas na forma empresários individuais e 23.225 em sociedades por cotas

  • Indústrias: petróleo, diamante, minério de ferro, fosfato, feldspato, bauxita, urânio e ouro; cimento; produtos básicos de metal; produtos pesqueiros; produtos alimentícios, produção de cerveja, fumo, açúcar; têxteis; manutenção de navios. Os setores da Agricultura, Pecuária, Caça, Florestas e Pescas são os que empregam o maior número de pessoas, 4.148.682, o que representa cerca de 46%, seguido dos setores dos serviços com 43,3%, e Indústria, Construção, Energia e Água, com 8,1%
  • Taxa de desemprego: 28,8% da população ativa (3.675.819 pessoas)
  • População abaixo da linha da pobreza: 36,6% (2019)
  • Exportação: petróleo bruto, diamante, derivados do petróleo refinado, gás, café, sisal, peixe e produtos pesqueiros, madeira, algodão
  • Importação: máquinas e equipamentos elétricos, veículos e peças de reposição; medicamentos, alimentos, têxteis, produtos militares
Mapa Político de Angola
Mapa Político da República de Angola. Foto: Reprodução/Internet

Governo

  • Tipo: república; regime presidencial multipartidário
  • Presidente: João Lourenço, do partido Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), desde 2017.
  • Sistema legal: baseia-se no direito português e no direito romano-germânico, baseado na Constituição e no Código Civil de Angola.
  • Feriado nacional: Dia da Independência (11 de novembro de 1975).
  • Constituição: assinada em 21 de janeiro de 2010
João Lourenço, presidente de Angola desde 2017
João Lourenço é o atual presidente de Angola desde 2017. Foto: Reprodução/Internet/Twitter

Geografia e turismo

  • Localização: sudoeste da África
  • Clima: o clima angolano tem duas estações: o período mais quente, que ocorre no durante as chuvas entre os meses de setembro a maio, e outro menos quente, conhecido como Cacimbo e Seca, que ocorre entre os meses de maio a setembro. No geral, as temperaturas médias do país são: 27°C máxima e 17°C mínima. Devido à uma característica particular de estar localizado na zona inter-tropical e subtropical do hemisfério Sul, além de estar próximo ao mar e seu relevo, o país possui duas regiões climáticas diferentes: a Região Litoral – com umidade relativa média anual de 30% e temperatura média superior aos 23°C; e a região do interior, esta que subdivide-se em Zona Norte, com altas quedas pluviométricas e temperaturas altas, zona de Altitude que abrange as regiões planálticas centrais com uma estação seca de temperaturas baixas e a Zona Sudoeste, semi-árida em conseqüência da proximidade do deserto do Namibe, extensão do deserto do Kalahari, sujeita a grandes massas de ar tropical continental.
  • Atrações principais: Parque Nacional de Kwando, Parque Nacional de Cangandala, praias da Ilha do Cabo, Mussulo, Palmeirinhas, Corimba e Santiago, cachoeiras e grandes rios
  • Vacinas: febre amarela, hepatite A ou imunoglobulina (IG), hepatite B, febre tifóide, raiva e poliomielite
  • Principais rios: Kwanza (1.000km, sendo 240km navegáveis), Kubango (975km), Cunene (800km) e Zairo (150km – todo navegável).
  • Distância do Brasil: cerca de 7.989 km (a partir de Brasília)
  • Moeda: kwanza

Referências

Artigo atualizado por último em: 18/04/2020

Paulo Silva
Written By

Graduando em Pedagogia e Serviço Social pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci (Uniasselvi) e jornalista com registro profissional no Ministério do Trabalho de n° 2022/RN. É editor de conteúdos escolares e universitários do site Toda Disciplina desde maio 2019. Tem interesse em estudos sobre gênero, sexualidade e religiões de matriz africana e protestantes. Contato: [email protected]

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos

Folclore

Leia cada uma das principais brincadeiras de rua para brincar com o seu filho; saiba também o que elas trabalham no desenvolvimento dos pequenos

Geografia

Mossoró é uma das principais cidades do interior da Região Nordeste do Brasil. Localiza-se na Região Potiguar. Com 297.378 habitantes estimados pelo Instituto Brasileiro...

Biografias

Wilma Maria de Faria mais conhecida como Wilma de Faria ou, ainda, Wilma Maia, quando atendia por seu nome de casada (Mossoró, 17 de fevereiro...

Religião

Vale do Amanhecer ou, também, Doutrina do Amanhecer é uma doutrina religiosa-filosófica de origem brasileira. Fundada em 1969, pela ex-caminhoneira sergipana Neiva Chaves Zelaya,...

Ciências Naturais

Ao falar de água, a palavra corrente reflete o movimento realizado pela água. As correntes existem em rios, lagos, pântanos e até mesmo piscinas. Porém, poucos...

Filosofia

O positivismo é um sistema filosófico que defende que só é válido como conhecimento aquilo que pode ser validado por meio de métodos de...

Facebook

Leia também:

Biologia

Entender as bioquímica da vida é fundamental para que se entenda a biologia como um todo.

Biografias

David Cunha Alves de Araújo (Natal, Rio Grande do Norte – 18 de novembro de 1953 (nascimento) – Assú, Rio Grande do Norte –...

Filosofia

Ética, também conhecida por muitos como “filosofia da moral” é a parte da filosofia que refere-se à reflexão sobre o que é moralmente bom ou mau,...

Língua Portuguesa

O que são verbos anômalos? Durante nossos estudos sobre as classes gramaticais, os verbos anômalos podem parecer um tanto assustadores de compreender de início....