Connect with us

Hi, what are you looking for?

Biologia

As bases químicas da vida: resumo bem explicado

Entender as bioquímica da vida é fundamental para que se entenda a biologia como um todo.

Tudo que existe na face da terra é composto por vários elementos químicos que, quando juntos, desempenham as mais diversas funções. Este artigo traz tudo sobre as bases químicas da vida.

Antes de entendermos a biologia das coisas, é importante que consigamos observar a organização dos seres vivos.

Tudo é composto por átomos e a união e interação destes átomos formam as moléculas.

Várias moléculas, orgânicas e inorgânicas, integra as pequenas organelas que estão presentes dentro de nossas células.

A união de várias células de um mesmo tipo, quando juntas, estruturam um tecido. Cada tecido desempenha uma função específica nos seres vivos e, por isso, formam os órgãos.

Então, quando todos os órgãos se juntam, forma-se o organismo do ser vivo. Este ser, portanto, pode viver em conjunto com vários outros semelhantes a ele, tal fenômeno é chamado de população.

E populações podem conviver juntas em comunidade formando um ecossistema, e a união de todos os ecossistemas se chama biosfera.

A complexidade dos seres vivos

A maior diferença entre o que é vivo e o que é não vivo é a complexidade com que se organizam.

Os organismos vivos por si, são altamente organizados e esse fator garante sua diversidade entre as espécies.

Vale ressaltar, que cada parte de um ser vivo possui uma função específica, tanto em estruturas macroscópicas, como olhos e asas dos pássaros, como microscópicas.

E o ponto que nos torna tão particulares e nos diferencia é a capacidade de nos explicarmos e formarmos novos seres a partir de um pré existente.

Bioquímica celular

Dos elementos da tabela periódica, 26 (vinte e seis) podem ser encontrados nos seres vivos, principalmente os compostos de carbono.

Isto porque o carbono constitui a matéria principal de estudo da bioquímica, isto é, tudo que é vivo necessariamente deve ser composto prioritariamente por carbono.

Dos elementos mais presentes na matéria viva estão em ordem do maior para o menor: o Carbono, Hidrogênio, Oxigênio, Nitrogênio, Fósforo e Enxofre.

Prioritariamente, então, somos formados por matéria inorgânica. Quando comparadas às moléculas que elas formam, a mais abundante no ser humano, por exemplo, é a água.

Bioquímica: substância inorgânicas

A água

A água é a substância inorgânica mais importante para a manutenção de qualquer ser vivo. Pois, para que os sistemas biológicos funcionem, é extremamente necessário a presença da água.

Além de ser considerado como o solvente universal, a água participa de reações como quebra de compostos em produtos menores, chamado de hidrólise.

Também é essencial para a regulação térmica dos seres vivos em geral, de plantas à humanos.

A água possui papel importante no transporte de substâncias dentro dos organismos, como os nutrientes provenientes dos alimentos que ingerimos.

Características químicas da água

A molécula de água possui algumas características que proporcionam aos sistemas biológicos a manutenção de todas as funções.

Por ser uma molécula polar, a água não é tão seletiva com quais compostos interagir, no entanto os compostos entre os compostos hidrofóbicos (isto é, que não interagem com a água), está a membrana plasmática das células.

Isto garante que nossas células tenham a quantidade perfeita de água dentro e fora.

Sais minerais

Dos compostos inorgânicos que precisamos para nos manter vivos, os sais minerais são essencialmente especiais.

Também podem ser chamados de íons, e atuam no metabolismo das células em diversas funções.

Dentre os íons mais encontrados e que desempenham as principais funções dentro da célula estão:

Tabela com os íons mais encontrados e que desempenham as principais funções dentro de uma célula
Tabela com os íons mais encontrados e que desempenham as principais funções dentro de uma célula. Foto: reprodução/internet

Como se pode ver, os sais minerais apresentam funções em muitos processos metabólicos que são necessários para haver vida. Sendo, assim, muito importantes para os seres vivos.

Bioquímica: substâncias orgânicas

Tudo que é vivo pode ser chamado também de orgânico, característica está dada pelos compostos de carbono que os compõem.

Os átomos de carbono mantém ligações covalentes com elementos H, O e N além de outras interações mais fracas com outras moléculas.

Suas funções são as mais diversas, desde função estrutural, como metabólica, de reserva energética, regulação entre outras.

Os carboidratos

Os carboidratos, ou hidratos de carbono, são compostos orgânicos formados, praticamente, de carbono, hidrogênio e oxigênio.

Em nosso corpo eles desempenham função energética e estrutural e podem ser separados em três classes: monossacarídeos, oligossacarídeos e polissacarídeos.

  • Os monossacarídeos são os açúcares pequenos, variando de 3 a 8 carbonos.

Um importante monossacarídeo é o açúcar que compõe o DNA, que é uma pentose, ou seja, um composto de cinco carbonos que liga os nucleotídeos do DNA.

Outro açúcar de imensa importância é uma hexose, a já conhecida glicose. É a partir dela que conseguimos energia para viver.

  • Oligossacarídeos são os carboidratos formados a partir de dois monossacarídeos.

Esse grupo é composto por sacarose (glicose+frutose), lactose (glicose+galactose), e outras uniões de monossacarídeos.

  • E os polissacarídeos são os carboidratos que se constituem da união de várias moléculas de monossacarídeos.

A celulose é um dos principais polissacarídeos que você deve conhecer pois tem função estrutural em vegetais. E o glicogênio, que para nós animais, é a reserva energética.

Lipídios

Os lipídios, ou comumente conhecidos como gorduras, são compostos insolúveis em água.

As gorduras armazenam energia em forma de adipócitos em toda a região corpórea e constituem a membrana celular, membrana esta que delimita cada célula de nosso corpo.

Outro grupo de lipídeos importante são os esteroides no qual compreendem o colesterol e os hormônios sexuais.

Proteínas

As proteínas são os compostos mais complexos de todos os grupos, tendo em vista que estão ligados diretamente à genética.

São formadas a partir de “correntes” de aminoácidos. E, um número grande de aminoácidos é unido uns aos outros para formar um peptídeo.

Ao todo existem 20 aminoácidos e são divididos em dois grupos de aminoácidos, os essenciais e não essenciais:

  • Os primeiros são aqueles que os animais em geral não produzem no próprio metabolismo e por isso precisam ingerir por meio da alimentação
  • Os não essenciais são todos os que são sintetizados no próprio organismo.

As proteínas possuem como função produzir energia na falta de outros meios, como a glicose ou algum lipídio.

Formam os anticorpos que irão defender o organismo contra patógenos e atuam como enzimas.

As enzimas, são proteínas de diversos tamanhos que funcionam como catalisador, ou seja, fazem o intermédio de reações para que ela ocorra da melhor maneira.

Por exemplo, para digerirmos o oligossacarídeo lactose, é necessário uma enzima, a lactase, que irá degradar essa molécula para ser absorvida.

Ácidos nucleicos

Os ácidos nucleicos são as moléculas que compõem o nosso código genético e são formados por nucleotídeos.

No entanto, Existem dois tipos de ácidos nucléicos: o DNA (ácido desoxirribonucleico) e o RNA (ácido ribonucleico).

O DNA é uma molécula que carrega toda a nossa informação genética, ou seja, é o DNA quem determina quem somos.

O RNA possui várias formas e sua principal função é síntese de proteínas.

Cada um dos nucleotídeos é formado por uma pentose (carboidrato), um grupamento fosfato, e uma base nitrogenada.

Dessa forma, a molécula de DNA na célula vai ter uma forma de dupla hélice, e o RNA será estruturado como uma fita simples e única.

Caso tenha gostado do artigo que você acabou de ler, curta-nós no Facebook e fique por dentro de todas as novidades.

Fontes

LOPES, Sônia & ROSSO, Sérgio. Biologia. Vol. Único. Ed. Saraiva, São Paulo, 2005.

Referências Bibliográficas

FAVARETTO, Jose Arnaldo. Biologia. 2 ed. São Paulo: Moderna, 2003.

BURNIE, David. Dicionário Temático de Biologia. São Paulo: Scipione, 2001.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos

Folclore

Leia cada uma das principais brincadeiras de rua para brincar com o seu filho; saiba também o que elas trabalham no desenvolvimento dos pequenos

Geografia

Mossoró é uma das principais cidades do interior da Região Nordeste do Brasil. Localiza-se na Região Potiguar. Com 297.378 habitantes estimados pelo Instituto Brasileiro...

Biografias

Wilma Maria de Faria mais conhecida como Wilma de Faria ou, ainda, Wilma Maia, quando atendia por seu nome de casada (Mossoró, 17 de fevereiro...

Religião

Vale do Amanhecer ou, também, Doutrina do Amanhecer é uma doutrina religiosa-filosófica de origem brasileira. Fundada em 1969, pela ex-caminhoneira sergipana Neiva Chaves Zelaya,...

Ciências Naturais

Ao falar de água, a palavra corrente reflete o movimento realizado pela água. As correntes existem em rios, lagos, pântanos e até mesmo piscinas. Porém, poucos...

Filosofia

O positivismo é um sistema filosófico que defende que só é válido como conhecimento aquilo que pode ser validado por meio de métodos de...

Facebook

Leia também:

Biografias

David Cunha Alves de Araújo (Natal, Rio Grande do Norte – 18 de novembro de 1953 (nascimento) – Assú, Rio Grande do Norte –...

Geografia

Dados Gerais da República de Angola Nome oficial: República de Angola Localização: Sudoeste da África Capital: Luanda Cidades mais populosas: Luanda, Huambo e Lobito...

Filosofia

Ética, também conhecida por muitos como “filosofia da moral” é a parte da filosofia que refere-se à reflexão sobre o que é moralmente bom ou mau,...

Língua Portuguesa

O que são verbos anômalos? Durante nossos estudos sobre as classes gramaticais, os verbos anômalos podem parecer um tanto assustadores de compreender de início....